EPAA/AAPE Chamada Dossiê

 

O TRABALHO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

 

Editores Convidados:

Deise Mancebo, Professora Titular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, atuando no Programa de Pós-Gradução em Políticas Públicas e Formação Humana. E-mail: deise.mancebo@gmail.com

Denise Bessa Leda, Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão, atuando no Programa de Pós-Graduação em Psicologia. E-mail: denise.bessa.leda@gmail.com

Carla Vaz dos Santos Ribeiro, Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão, atuando no Programa de Pós-Graduação em Psicologia. E-mail: carlavazufma@gmail.com

 


Proposta de Dossiê


Os dilemas do trabalho na educação superior encontram-se absolutamente imbricados com a complexa conjuntura econômica e política vivida mundialmente. Tal conjuntura, dentre outros aspectos, visa à redução fantástica do custo do trabalho vivo, bem como ao congelamento de gastos com a educação (entre outros setores), carreando profundos impactos para os que atuam nas instituições de educação superior e para o próprio funcionamento destas. Esse panorama, sustentado por todo um ordenamento jurídico, que devasta a legislação social protetora do trabalho, atende às atuais exigências do capitalismo financeiro, privatizando o sistema e mercantilizando as instituições, fazendo-se acompanhar, ademais, de forte conservadorismo e de ameaças à liberdade de pensamento.

O presente dossiê acolherá artigos inéditos, resultantes de pesquisa, que problematizem o trabalho na educação superior,  podendo incidir sobre: a contrarreforma no mundo do trabalho; a legislação recentemente aprovada sobre o tema; a reversão de direitos dos trabalhadores desse campo, concernentes à remuneração, carreira, jornadas de trabalho, autonomia, estabilidade; as novas tendências do trabalho nos setores público e privado, especialmente, os impactos do uso do trabalho terceirizado e intermitente nas instituições de educação superior; o trabalho freneticamente intensificado na pós-graduação; as consequências sobre o ensino e a produção de conhecimento; as novas problemáticas que vêm se impondo ao sindicalismo; a aposentadoria e os impactos de todas essas mudanças na própria subjetividade dos trabalhadores, com eventuais efeitos de adoecimento.

Os temas possíveis de serem desenvolvidos são muitos, e com o seu desenvolvimento objetiva-se, em linhas gerais, que o dossiê possa contribuir para a análise da grave situação de espoliação de direitos e de ataque ao trabalho. Pretende-se, ademais, que as reflexões propiciadas subsidiem novas investigações e pesquisas sobre a exacerbação do processo de precarização e intensificação do trabalho na educação superior e suas inomináveis repercussões.


Cronograma:

Submissão de artigos: até 10 de julho de 2019 (Prorrogação)

Período de avaliação: até 30 de agosto de 2019

Revisões: até 30 de setembro de 2019

Entrega de versão final: até 15 de novembro de 2019

Diagramação e publicação: 20 de janeiro de 2020

 

Idiomas para envio de artigos: Português, Espanhol e Inglês