The students’ Occupation and the reinvention of schooling space enabled by interactive technologies

Main Article Content

Abstract

For years now, the severe crisis of the Brazilian educational system, from the depreciation of schools and of working conditions to the overall decline in what education means, has given rise to movements of student resistance and struggle that demand the improvement of education. In 2015, a new wave of protests started initially in São Paulo as a reaction to the government’s announcement to close more than 100 state schools, which spread to similar manifestations nationwide. In the state of Rio de Janeiro, students occupied over 80 schools. Boosted by interactive technologies, these students took the occupation of school spaces beyond, into a movement of opposition to the State power. The greatest innovation of the students’ Occupation was the subversion of traditional school logic, enabling the students to experience self-management and a new dynamic form of education.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
Queiroz, D. F. de S., Bortolon, P. C., & Rocha, R. de C. M. da. (2017). The students’ Occupation and the reinvention of schooling space enabled by interactive technologies. Education Policy Analysis Archives, 25, 106. https://doi.org/10.14507/epaa.25.2734
Section
Articles
Author Biographies

Diego Felipe de Souza Queiroz, SEEDUC/RJ

Mestrando em Filosofia e Ensino (PPFEN/Cefet/RJ). Graduado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2010). Atualmente é docente da Escola Estadual Adlai Stevenson e e do Instituto de Estadual Carmela Dutra. Leccionando as disciplinas filosofia, sociologia e história da filosofia e educação. Também compõe o grupo de pesquisa "Tecnologias, Culturas e Práticas Interativas e Inovação em Saúde" da Fundação Oswaldo Cruz, e atua como midialivrista e documentarista sendo responsável pelos documentários "Cinturão de Giz", "Luto pela Educação","Vândalos e Baderneiros" e também por grande parte dos vídeos do coletivo Linhas de Fuga.

Paula Chagas Bortolon, PPGICS/Icict/Fiocruz

Doutoranda em Informação e Comunicação em Saúde no PPGICS/Icict/Fiocruz. Mestre em em Saúde Pública pela Ensp/Fiocruz. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa/CNPq/Fiocruz "Tecnologias, Culturas e Práticas Interativas e Inovação em Saúde" e do Núcleo de Experimentação de Tecnologias Interativas (Next/Ensp/Fiocruz). Sensível ao multiculturalismo, percebe nas dinâmicas participativas e interativas um grande meio para compartilhar experiências na busca pela resolução de problemas e nas tecnologias interativas um potencial espaço de participação para coletivos outrora silenciados. Professora convidada do Curso de Especialização em Informação Científica e Tecnológica em Saúde, do Icict/Fiocruz.

 

Rita de Cássia Machado da Rocha, PGEBS/IOC/Fiocruz

Doutoranda em Ensino Biociências e Saúde, Mestre em Ensino Biociências e Saúde (PGEBS/IOC/FIOCRUZ), atua no Laboratório de Inovações em Terapias, Ensino e Bioprodutos (Liteb/ IOC). Possui graduação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Atua com Educação em Rede e Educação em Saúde, Tecnologias Interativas, Mídias Digitais, Jornalismo Científico e Transmissões on air.