The training of teachers-researchers in Special Education during the dictatorship in Brazil

Main Article Content

Abstract

Special Education institutionalization occurred under the dictatorship regime, with the creation of the National Center for Special Education (Cenesp), when there were agreements for teachers and researchers training in Special Education. The purpose of this article is to identify the influences of the UN international guidelines and their relationship to the MEC/Usaid agreements, in the Cenesp structuring educational proposals for the teachers-researchers training. For this, we conducted a documentary research and a semi-structured interview with the first director general of Cenesp. Our analysis, when discussing the international and national context from that time, problematizes the place of research and teacher training for Special Education.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
Souza, F. F. de, Pletsch, M. D., & Batista, G. de F. (2019). The training of teachers-researchers in Special Education during the dictatorship in Brazil. Education Policy Analysis Archives, 27, 63. https://doi.org/10.14507/epaa.27.4566
Section
Politicas Públicas em Educação Especial em Tempos de Ditadura
Author Biographies

Flávia Faissal de Souza, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Doutora em Educação,Professora Adjunta doPrograma de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas (PPGECC) da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF) e do Programa de Pós-Graduação em Educação (ProPEd) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Duque de Caixas/RJ.

Márcia Denise Pletsch, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Doutora em Educação,Professora Associada do Departamento Educação e Sociedade e do Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares (PPGEduc) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Nova Iguaçu/RJ. Jovem Cientista do Estado do Rio de Janeiro da FAPERJ e pesquisadora do CNPq. 

Getsename de Freitas Batista, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares (PPGEduc) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Professora de Educação Especial da Rede Municipal de Educação de Duque de Caxias.