Acessibilidade cognitiva para o letramento de jovens com deficiência intelectual

Mara Monteiro da Cruz, Angélica Maria Reis Monteiro

Abstract


O presente artigo tem por objetivo descrever os procedimentos voltados para a acessibilidade cognitiva utilizados na concepção e desenvolvimento de um ambiente virtual de aprendizagem - AVALER, em uma pesquisa sobre práticas de letramento para jovens com deficiência intelectual fundamentada em teorias construtivistas. A metodologia utilizada no estudo é a pesquisa-ação. Os sujeitos são dois professores e nove alunos de uma escola especializada que realizaram atividades com tecnologias da comunicação e da informação, caracterizadas como “práticas de letramento”, durante dez meses. Como resultados da pesquisa, observou-se o interesse dos alunos pelas atividades propostas e a realização espontânea de tentativas de leitura e escrita. Os estudantes também fizeram associações de ideias e compreenderam os textos apresentados no AVALER, concebido a partir da Teoria da Flexibilidade Cognitiva.   


Keywords


Educational technology, accessibility, special need students



DOI: http://dx.doi.org/10.14507/epaa.v21n74.2013

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Discussion




Contact EPAA//AAPE at Mary Lou Fulton Teachers College